sexta-feira, 22 de novembro de 2013

AMARGURA

Uma breve meditação sobre a amargura e suas consequências.

Atos 8:9-25

Após serem dispersados de Jerusalém, os discípulos chegam a Samaria e realizam-se sinais e prodígios por meio deles.
Simão, um “mágico”, que havia enganado o povo abraça a fé e é batizado, passa a seguir os apóstolos, fica maravilhado ao ver como o Espírito Santo era repartido pela imposição de mãos. Tenta então comprar o dom de Pedro e João.

Vejamos alguns pontos:

Simão;
Era um mágico conhecido do povo.
Como mágico estava habituado a pagar para conhecer novos truques.
Como mágico também conhecia esta prática de liberar poder pela imposição de mãos.
Perdeu prestígio junto ao povo e sua fonte de renda com a chegada de Felipe.
Percebeu que não havia truques nas práticas de Pedro.
Sua mente não havia ainda sido renovada, quis obter poder de Deus da mesma maneira que conseguira seus truques.

Resposta de Pedro;

O teu dinheiro seja contigo para perdição.  v20
Não tens parte neste ministério... porque teu coração não é reto...  v21
Arrepende-te, havia no coração de Simão:
         Maldade, desejo pelo mal
         Fel de amargura devido a rejeição, perda do lucro, perda de posição ou outro motivo...
         Laço de iniquidade (pecado) querer ter mérito diante de Deus.

Observemos que Pedro não se deteve na superfície do problema, foi direto à raiz, desmascarando o que estava por detrás da proposta de Simão. Tampouco se ofendeu ou tomou para si as dores, nem ofendeu a Simão.

A amargura é a porta de entrada para a atuação de espíritos malignos e outros pecados na vida .

Ela contaminada todo o corpo (físico e espiritual) Hb 12:15 ela é uma raiz. Normalmente não se vê a raiz, porém com o tempo brotará.

Ef 4:31( amargura, cólera, ira,gritaria, blasfêmias, malícia). Há uma progressão quando a amargura se instala, e vai causando irritação, ira, gritos (xingamentos, exasperação), blasfêmia ( atribuir à pessoa aspectos negativos que ela não tem) até a ação com a intenção de causar danos à outra pessoa (malícia).

Ef 4:32 o perdão é a única forma de eliminar a raiz de amargura. Perdoar é deixar para Deus o direito de revanche.

Sentimentos amargurados originam inúmeros problemas espirituais, emocionais e físicos.

Pessoas se desviam da fé.
Pessoas deixam caminho aberto ao engano.
Pessoas ficam à mercê de espíritos malignos.
Pessoas causam divisão no corpo de Cristo.
Pessoas revidam ao mal.
Pessoas tem dificuldade nos relacionamentos.
Pessoas se fecham a todo tipo de ajuda.
Pessoas se inclinam ao pecado.
Pessoas vivem como se fossem auto-suficientes.
Pessoas abortam relacionamentos.
Pessoas sentem-se feridas e justificam tudo que fazem.
Pessoas abandonam a comunhão dos santos. Etc....

Na verdade já vi pessoalmente cada um destes exemplos acima e ainda outros, que tem a mesma causa: AMARGURA.
Precisamos com urgência extirpar de nossas vidas toda e qualquer raiz de amargura , pois ela irá enredar-nos por completo se não for extraída.

Dt 29:18 A amargura é decorrência de seguir outros deuses.....
                Amargura é idolatria!!!!!

Na verdade Egolatria.... adoração de si mesmo, ao cultivar um espírito de coitadinho e injustiçado, sem disposição de perdoar e ser curado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FORÇA X CÃS

Força x cãs   Muitas vezes ouvi de meu pai a seguinte frase; ah... se eu tivesse hoje a sua idade, com a...