sexta-feira, 17 de julho de 2015

Ser um homem de Deus

Ser um homem de Deus.



II Reis 4.8   Certo dia, passou Eliseu por Suném, onde se achava uma mulher rica, a qual o constrangeu a comer pão. Daí, todas as vezes que passava por lá, entrava para comer.
4.9   Ela disse a seu marido: Vejo que este que passa sempre por nós é santo homem de Deus.

A pergunta é: Como eu gostaria de ser reconhecido? Que conceito eu gostaria de obter das pessoas que me conhecem?

O meu desejo é ser um homem de Deus, e ser um homem de Deus, é primeiramente ser um Homem e não um anjo, querubim ou serafim de Deus, ou até um semideus, esse foi o caminho que Lúcifer tomou.

Ser um homem de Deus é ser acessível, não se achando superior a ninguém, pessoas divinas demais são inalcançáveis.

Ser um homem de Deus é ser um vaso de barro que tem consciência de sua fragilidade, que pode cair e até quebrar, mas como homem de Deus, se levanta e caminha adiante.

Ser um homem de Deus, e reforço, de Deus, significa que você tem um dono e que não governa a própria vida.

Ser um homem de Deus também significa que você tem uma origem identificada, Há homens que são identificados como homens da noite, ou homens da lei, mas você sempre vai saber que representa o nome Dele.


Bom muitas outra coisas poderiam ser ditas agora, mas volto à pergunta: como eu gostaria de ser reconhecido?


Nenhum comentário:

Postar um comentário