sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Fé e obediência


Fé e obediência

Somente o crente é obediente.

Somente o obediente crê.

A primeira frase sozinha pode nos levar a uma graça barata, desculpas e desobediência por falta de fé, ou de revelação. Acabamos por culpar a Deus por nossa desobediência.

A segunda frase sozinha pode nos levar à salvação por obras, enfatizando a obra do homem em detrimento da obra de Cristo, soberba humana e julgamento carnal.

É necessário a ação conjunta da fé com a obediência.

Estás sem fé? Experimente obedecer.

Estás desobediente? Experimente crer.

A obediência é o solo fértil onde  a fé pode ser desenvolvida sem limitações.
I Sm 15;23 “misericórdia quero e não holocaustos, o temor do Senhor antes que sacrifícios.

A fé em Cristo, ou de Cristo, leva à obediência. Fé sem ação não é fé que agrada a Deus, é no máximo algum tipo de crendice ou superstição, sem maiores consequências nesta terra, podendo se tornar em obstinação e rebelião, como fez Saul, desobedecendo a uma ordem clara, em nome de uma piedade enganosa, preservando o melhor da carne que havia sido destinada à destruição.

Obstinação = idolatria = egolatria, só é bom se for como eu quero, só eu sei...

Rebeldia = feitiçaria = manipulação, tentar obter benefícios pessoais por meios ilícitos, culto de sí mesmo, oferecer sacrifícios visando benefícios....

Fé em ação traz a glória de Deus, é a luz que brilha diante dos homens, é o Pai glorificado.

Fé é a forma de vermos a vida, ela influencia e direciona tudo o somos e fazemos, por isto o justo vive da sua fé, cada um de nós vive em última análise segundo a fé que temos.

Fé é dom de Deus.

“Fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se veem”

Já o medo é a fé no fracasso. É a certeza de que vai dar errado.

O perfeito amor lança fora o medo, filhos, esposas, irmãos que vivem com medo, não estão seguros do amor.

Amor é fé em ação.


Baseado em texto de O discipulado de Dietrich bonhoefer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário