quinta-feira, 31 de outubro de 2013

QUANDO OLHO PARA O SANGUE


Retornando à atividade, após 25 dias de viagem, repartimos uma música com a tradução abaixo, que expressa muito bem o que temos experimentado.

Quando eu olho para o sangue.
Quando eu olho para o sangue
Tudo o que vejo é amor, amor,amor
Quando eu paro diante da cruz
Eu posso ver o amor de Deus
Mas eu não posso ver competição
Não posso ver hierarquia
Não posso ver  orgulho ou preconceito
Ou o abuso de autoridade
Eu não posso ver cobiça por poder
Eu não posso ver manipulação
Eu não posso ver raiva ou ira
Ou ambição egoísta
Quando olho para o sangue
Tudo o que vejo é amor, amor, amor
Quando eu paro diante da cruz
Eu posso ver o amor de Deus
Mas eu não posso ver  falta de perdão
Eu não posso ver ódio ou inveja
Eu não posso ver brigas estúpidas
Ou amargura, ou ciúmes
Eu não posso ver a construção de um império
Eu não posso ver importar-se consigo mesmo
Eu não posso ver punhaladas nas costas
Ou vaidade ou arrogância
Quando olho para o sangue
Tudo o que vejo é amor, amor, amor
Quando eu paro diante da cruz
Eu posso ver o amor de Deus
 Eu vejo rendição, sacrifício, salvação, humildade
retidão, fidelidade, graça, perdão
amor, amor, amor.


3 comentários:

  1. E quando vejo tão grande amor , como não me render ...
    Apaixonante Jesus , Tú És a Essência do Amor .
    Amor sacrrificial e incondicional

    ResponderExcluir
  2. Céus que letra tremenda!
    É isso mesmo... glórias ao Deus de Amor!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

FORÇA X CÃS

Força x cãs   Muitas vezes ouvi de meu pai a seguinte frase; ah... se eu tivesse hoje a sua idade, com a...