terça-feira, 12 de novembro de 2013

Eu estava pensando em algumas coisas sobre hombridade:

Não é o estilo de um homem que o torna um herói, mas a sua atitude diante do caos. Uns fogem, mas mantém o seu estilo; fogem daquilo que ameaça seu prazer, sua vontade, sua felicidade pessoal, enfim, seu estilo.

Outros, caminham calmamente na direção do caos, olhando-o serena e firmemente. É como se olhassem na direção da destruição mas vissem outra coisa. Esses, geralmente se mantém (ou são mantidos) firmes em prol daqueles a quem se propôs amar.

Certamente, o que vemos nos olhando do meio dos escombros, é um ser forte e eterno que nos convida para irmos salvar aqueles que se perdem.

Um comentário: