terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O URSO E A PANELA


Um grande urso, vagando pela floresta, percebeu que um acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida. Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo. Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo. Na verdade, era o calor da tina...

Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava. O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo. Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia.

Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo. 

A aplicação desta história é por demais simples e prática, desapegue, solte a panela e volte a viver...

O que tem te prendido e causado dor???

O que você abraçou com intensidade acreditando ser o que de melhor poderia haver e que agora está te matando?

Tem certeza de que o melhor à fazer é se apegar a esta situação??? Não seria a dor intensa um sinal claro de que o melhor é deixar que tirem a panela???

O apego a coisas e pessoas, nos leva a uma atitude irracional para manter aquilo que pensamos ser nosso, assim nos debatemos ate nos esgotarmos, quando  o melhor é entregar tudo nas mãos de Deus, e aguardar a Sua intervenção, assim poupamos muita dor e sofrimento desnecessário e podemos aprender em tudo.

Bem aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra!!! Mt 5

O manso é alguém que entregou todos os seus direitos à Deus, não existe outra maneira de ser manso, senão entregando tudo ao Senhor.

Se mantivermos qualquer direito, toda vez que o direito for tocado, a nossa reação será de ira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário