segunda-feira, 30 de setembro de 2013

UM SISTEMA DE CULPA


Um sistema de culpa

Deus fala a Israel através do profeta Isaías, quando ela está cercada por inimigos e fazendo todos os esforços para apaziguá-los por meio da diplomacia, presentes, tratados e subornos, e diz-lhe isto:

"Você foi a Moloque com azeite de oliva 
e aumentou seus perfumes. 
Você enviou seus embaixadores longe, 
você desceu para o próprio túmulo! 
Você estava cansado por todos os seus caminhos, 
mas você não diria: "não há esperança!." 
Encontrou renovação de sua força, 
e assim você não se fatigam "(Is 57:9-10).

Deus chama Israel a arrepender-se por admitir seu cansaço e desmaios. Em vez disso, ela procura maneiras de usar seus bens pessoais para se redimir. Jesus falou às pessoas sobre descanso e sede.Os fariseus exigiam que eles obedecem a um peso cada vez maior de leis e tradições religiosas, e castigou-os até desmaiarem sob a carga. Eles levaram as pessoas exatamente  na direção oposta de onde estava a sua salvação - em admitir o seu cansaço e desmaios. Enquanto eles esperavam em sua auto-suficiência, eles  não clamariam a Deus para receber o perdão, cura e restauração.

Assim, muitas de nossas igrejas contemporâneas operaram  neste mesmo sistema de culpa. Quando o nosso povo está clamando por comunhão e descanso, pedimos-lhes para ensinar uma outra classe de escola dominical. Quando eles vacilam sob a carga, nós os admoestamos  com Escrituras sobre servir aos outros. Alguém imagina, o que aconteceria se toda a atividade motivada por este tipo de culpa cessasse por seis meses. Muito do cristianismo organizado entraria em colapso, da mesma forma que os fariseus, viram  acontecer com o seu próprio sistema religioso. Quando Jesus falou sobre a sede e descanso, ele trouxe as pessoas para a realidade de seu próprio coração.

Texto traduzido do livro Sacred Romance de Jhon Eldredge.

Nenhum comentário:

Postar um comentário